PRÊMIO CATARINENSE DE CINEMA E PRÊMIO ELISABETE ANDERLE SOMAM MAIS DE 1,5 MIL INSCRIÇÕES EM 2019


PRÊMIO CATARINENSE DE CINEMA E PRÊMIO ELISABETE ANDERLE SOMAM MAIS DE 1,5 MIL INSCRIÇÕES EM 2019

 

As edições de 2019 do Prêmio Catarinense de Cinema e do Prêmio Elisabete Anderle encerraram suas inscrições neste domingo, dia 15, com um total de 438 e 1082 inscritos, respectivamente. Ambos entram, agora, em suas etapas de admissibilidade dos projetos, que serão examinados pela Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Fundação Catarinense de Cultura (FCC). O resultado desta fase será divulgado, conforme o cronograma, no dia 20 de setembro nas plataformas de inscrição e na página da FCC.

Prêmio Elisabete Anderle

A quinta edição do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura recebeu 1082 inscrições que competirão pelos R$ 5,6 milhões distribuídos em 2019. Das três áreas contempladas com editais, a de Artes foi a que teve o maior número de inscrições: 734. Em seguida vieram Patrimônio Cultural, com 190 projetos inscritos; e Artes Populares, com 158. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da FCC.

Na etapa de Admissibilidade, que se inicia agora e tem caráter eliminatório, será feita uma triagem com o objetivo de verificar se as proponentes cumpriram com todas as exigências previstas para inscrição nos editais. As listas dos admitidos e dos não admitidos serão divulgadas na página da FCC, mas é de responsabilidade das proponentes acompanhar a atualização das informações sobre o andamento de seus projetos na plataforma digital do Prêmio.

Prêmio Catarinense de Cinema

Dos 438 projetos enviados para esta edição do Prêmio, que conta com 26 categorias, a maior parte deles está concorrendo a Produção de Curta-Metragem, que recebeu 201 inscrições; seguido de 48 propostas enviadas para Desenvolvimento de Projeto de Longa-Metragem de Ficção; e 31 para Desenvolvimento de Projeto de Obra Seriada de Ficção. Serão distribuídos, no total, R$ 19,260 milhões com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da FCC, e o Governo Federal, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual(FSA)/Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Entre os pontos que serão avaliados pela CPL na etapa de Admissibilidade, estão o preenchimento dos campos de inscrição online; o upload dos arquivos referentes aos itens e documentos exigidos no item 4.3; o atendimento às condições de participação estabelecidas no item 3.1; entre outros previstos no texto do Edital. Também cabe às proponentes acompanharem o status de seus projetos na plataforma utilizada para a inscrição, durante todo o processo.